Entenda importância da regularidade nos treinos e nos descansos

Dormindo-com-a-bike

Dando continuidade aos nossos artigos vamos falar sobre a carga periódica ou sobrecarga.

O aumento regular e progressivo da carga de trabalho é que possibilitará a tão desejada melhoria no rendimento. Esta reação é, inicialmente, muito rápida, tornando-se mais lenta à medida que o indivíduo atinge níveis de performances cada vez maiores e eficientes.

A aplicação de uma nova carga de treinamento (aumento do peso utilizado) dependerá da intensidade da carga anterior, do período de recuperação (anabolismo) e do período de restauração ampliada (supercompensação).

Cada organismo após um determinado esforço físico é capaz de restituir sozinho as energias perdidas pelos diversos desgastes a que foi submetido e ainda, preparar-se para uma carga mais forte de trabalho.

 

Sendo assim, sabemos que não só são reconduzidas as energias perdidas como também são criadas maiores reserva de energia de trabalho. Chamamos a este fenômeno de assimilação compensatória.

A primeira fase deste fenômeno, a que recompõe as energias perdidas, chama-se período de restauração. A segunda fase é chamada de período de restauração ampliada, após o qual o organismo possuirá uma maior fonte de energia para novos estímulos.

O período de recuperação (restauração), somado ao período de restauração ampliada, produzem a chamada assimilação compensatória.

Estímulos mais fortes devem sempre ser aplicados ao final do período de assimilação compensatória, para que seja elevado o limite de adaptação do aluno.

Muito importante saber que precisamos dosar esse processo , pois um período de recuperação insuficiente, fatalmente levará a um estado de supertreinamento e consequentemente à exaustão. Já, períodos muito grandes de pausas entre as aulas (treinos) provocam o aparecimento de um período de decréscimo da restauração, não deixando condições para um aumento de possibilidades ao aluno em relação ao acréscimo de carga de treinamento. O importante que o atleta deve observar é que todas as fazes do treinamento devem ser respeitadas para que consiga alcançar seu objetivo ou estar bem próximo durante o período das competições, sem esse cuidado dificilmente conseguirá encontrar o equilíbrio ideal.

É comum um atleta se julgar auto suficiente com o tempo de treinamento e desta forma acaba não seguindo as orientações necessárias.

Bons treinos,
Professor Eduardo Prosdocimi
CREF 044742- G/RJ
Email : eduardoprosdocimi@gmail.com
Tel : 21-96490-3393

 

 

Conteúdo produzido por: Bike aos Pedaços

Deixe uma resposta

Categorias